quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Capitulo 4


Ia-me levantar para ir embora para era praticamente impossível sair dali. Sem me ter apercebido o bar tinha enchido e estava completamente apinhado de fãs dos 1D. Conformei-me e voltei a sentar-me no meu lugar. As raparigas que se tinham sentado na minha mesa estavam completamente alteradas e histéricas, só gritavam pelos nomes deles e uma em especial estava-me a irritar pois gritava mesmo aos meus ouvidos “Amo-te Liam”. Por falar nele, ele estava um bocado esquisito no palco, parecia triste, mas ainda não tinha olhado para os meus lados.

Entretanto o meu telemóvel toca, era a minha melhor amiga Vera

Matie – Minha porca mai querida – disse já cheia de saudades dela

Vera – Porquinha linda! – já tinha saudades de ouvir a voz dela – Espera…isso é os 1D…desde quando é que ouves musicas deles? Tu não gostas…

Matie – Isso é porque eles estão a tocar no bar em que estou…

Vera – OMG, OMG, OMG. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH – gritou aos meus ouvidos. Tive que afastar o telemóvel dos meus ouvidos para não furar os tímpanos – vai pedir um autógrafo ao Harry para mim, please, please, please e ao resto da banda também. – pedia-me aos altos berros

Matie – Amor, isto aqui está cheio. Eu nem consigo chegar perto deles… - menti, não queria nada falar com eles

Vera – Faz um esforço…é o meu maior sonho ter um autógrafo deles…

Matie – Eu sei mas…

Vera – Faz isso por mim…eu prometo que faço qualquer coisa por ti!

Matie – Pronto. Vou tentar fazê-lo mas não prometo nada…

Vera – És um anjo! Quando é que vens novamente a Portugal?

Matie – Vou aí para a semana só um dia para resolver umas coisas e depois volto…e já sabes, se quiseres podes vir comigo!

Vera – Eu sei…mas sabes como são os meus pais! Se der também podíamos levar a Joana, a Filipa e a Carla. O que achas? Elas iam adorar…

Matie – Por mim tudo bem…a casa é enorme e ficar três meses sozinha ia dar comigo em doida…

Vera – Vê-se! Logo no primeiro dia vais para um bar…

Matie – Deixa de ser assim…além disso vim para me divertir e não para pensar em coisas triste né?

Vera – Claro que sim…deixar aquele estupido para trás que não te merece e pensar positivo!

Matie – Estou a começar a não te ouvir em condições…eles puseram o som mais alto. Falamos amanhã?

Vera – Claro…e não te esqueças do autografo!

Matie – Não porca, eu não me esqueço!

Desliguei o telemóvel e coloquei-o na mala. Assim que olho para o palco esbarro no olhar do Liam. Um enorme sorriso forma-se nos seus lábios e a sua expressão muda por completo incluindo as emoções que transmitia na sua voz. Desviei o olhar para o tampo da mesa e tentei não voltar a olhar, mas foi humanamente impossível. Ele que estava do outro lado do palco, mais longe de mim, passou por detrás do Niall, do Zayn e do Louis e sentou-se mesmo em frente da minha mesa. As raparigas ao meu lado estavam completamente histéricas e uma quase que desmaiava. O resto da banda gostou da ideia do Liam e sentaram-se todos no palco para o delírio das fãs. Eu não estava de frente para o palco por isso tentar concentrar a minha atenção na parede lateral do bar. Mas cada palavra, cada frase, cada música que saía da boca dele dava volta ao meu coração, á minha cabeça. Era impossível não olhar para ele e sempre que o fazia ele sorria ainda mais. Por vezes parecia que estava num concerto acústico só com ele, não havia mais ninguém, só eu e ele.

(Liam)

O mini-concerto estava a correr mais que mal. Por muito que quisesse dar o meu melhor era praticamente impossível. O resto do pessoal olhava para mim com cara de “meu, deixaste a voz em casa?!”. Mas foi então que o milagre aconteceu, o meu olhar cruza-se com a pessoa que mais queria ver na vida. Lá estava ela novamente, com um olhar arrebatador e um sorriso perfeito a contempla-me. Um sorriso estupidamente patético forma-se no meu rosto e tudo muda. Só queria estar mais perto dela por isso passo por trás deles e sento-me mesmo em frente á mesa dela. Já não importava mais ninguém…a música era simplesmente para ela.

(Matilde)

Assim que ouvi o anunciar o fim do mini-concerto tentei sair o mais rapidamente que conseguia mas as pessoas eram tantas que eu não conseguia chegar á saída. Esperei encostada a uma parede que algumas pessoas desentupissem a saída e assim que tive oportunidade enfiei-me e saí do bar. Do meu lado esquerdo estava um grupo de rapazes que não se pode dizer que tivessem muito bom aspeto, o que me deixou bastante preocupada pois ainda tinha de ir para casa. Assim que os rapazes se aperceberam que eu ia sozinha um deles veio ter comigo.

- Então boneca? Sozinha? – continuei a andar sem responder, o meu coração começou a bater cada vez mais rápido e o medo apareceu rapidamente. O rapaz agarrou o meu braço bruscamente provocando uma dor aguda. Senti-me completamente encurralada e apavorada com a possibilidade de algum deles me tocar – não precisas de ter medo… - O rapaz tocou com a mão livre no meu rosto percorrendo as maças do rosto e apertando cada vez mais o braço. Foi então que uma voz vinda do céu fez com que o pesadelo terminasse

- Matilde… - olhei e era o Liam que vinha a correr na minha direção, de repente deixei de sentir a dor aguda proporcionada pela mão do rapaz e um alívio enorme percorreu o meu corpo – afinal estás aqui! Andava á tua procura… - não percebia nada daquela conversa mas não interessava. O rapaz tinha-me largado e já estava bem longe – anda… - Com aquela afirmação deixou-me completamente sem palavras, sem reação, ele agarrou a minha mão e levou-me novamente para dentro do bar. Estava a tremer bastante e tinha o coração tão descompassado que mais parecia estar a ter um ataque. Ele furou por entre as raparigas até chegar ao palco aonde a restante banda estava a dar autógrafos – fica aqui… - disse-me assim que chegamos á parte lateral do palco – por favor! – abanei afirmativamente a cabeça porque não conseguia falar. Ele largou-me a mão e foi ter com eles, eu fiquei a olhar para a mão e para o que tinha acabado de acontecer. Da forma como não consegui dizer que não ou resistir aquela proximidade do Liam.

Deixei-me estar no mesmo sítio enquanto observava a sessão de autógrafos durante um longo período de tempo. Encostei a cabeça á parede e fiquei a contempla-lo, simplesmente a olhar para ele. Ele estava bastante contente e nunca deixou o sorriso. De vez em quando olhava para mim para ter a certeza que ainda continuava no mesmo sítio e um sorriso estupidamente patético formava-se nos meus lábios. Assim que já não mais fãs, Liam voltou a ter comigo.

Matie – Olha, muito obrigada por aquilo de à pouco. Se não tivesses aparecido eu nem sei aonde estaria neste momento. Por isso obrigada...

Liam – Não tens que agradecer…nunca deixaria que alguém te fizesse mal…

Matie – É muito querido da tua parte essas palavras mas não tenho qualquer intenção de ter alguma coisa a ver contigo. Eu só fiquei mesmo porque te queria agradecer e como já o fiz vou para casa.

Liam – Ei…não é preciso tanta agressividade. Além do mais neste momento não tens qualquer tipo de escolha em relação de ires para casa sozinha, eu levo-te e não há lugar para reclamações!

Matie – Mas já disse que não quero. Eu vou bem sozinha…além disso tu tens a tua vida e…

Liam – …e nada. Vou na mesma!

Louis – Puto, então não tens nada para nos dizer ou para nos apresentar só por acaso? – ele tinha acabado de saltar para cima das costas do Liam e num ápice já estavam todos á nossa volta

Liam – Não vêm que estou ocupado? Desemparem-me a loja… - enquanto falava com eles saí do meio deles mas assim que estava quase a sair do bar ele voltou a apanhar-me – não penses que te livras assim de mim. Eu levo-te a casa nem que seja a última coisa que faça! – ele voltou-se para trás – Depois falamos…daqui a pouco já estou em casa.

Harry – Não te preocupes…demora o tempo que achares necessário… - ouvi-os a rir

Liam – Então para que lado é que é a tua casa? – perguntou-me, eu não respondi e encaminhei-me em direção a minha casa – Então estás cá de férias? – ele continuava a fazer perguntas e eu sem as responder – Vens de Portugal? Estás a gostar daqui? – parei a caminhada e ele fez o mesmo

Matie – Olha, eu aceitei que viesses comigo, mas não me lembro de ter aceitado falar contigo!

Liam – Mas era mais divertido se fossemos a conversar…podíamos conhecer-nos melhor, talvez…

Matie – Fogo, nunca pensei que fosses assim tão teimoso…

Liam – Eu sei…faço tudo para ter aquilo que me faz feliz! Se tiver que ser teimoso, sou, mas no fim serei compensado.

Matie – Vês! É isso que me irrita, estás a fazer isto tudo por um capricho. Porque eu não te dei resposta, porque não ando doida atrás de vocês. Estás a aqui para provar ao teu ego que consegues ter qualquer rapariga aos teus pés! Mas eu não estou para isso…

Liam – Isso não é verdade, e se me conhecesses sabias que isso não era verdade. Sou incapaz de usar uma pessoa só por um capricho como dizes. Se me conhecesses…

Matie – Mas eu não te quero conhecer! Vê se metes isso na tua cabeça…

Liam – Já percebi! Deixa estar que é a última vez que estás comigo…

O resto do caminho nunca mais se ouviu a voz do Liam nem a minha, apenas a nossa respiração ou então algum barulho exterior. Ao longe comecei a avistar a minha casa por isso apressei o passo.

Matie – Esta é a minha casa – abri o portão mas não entrei, estava de costas para ele – de que cor são os meus olhos? – pela primeira vez em muito tempo disse algo espontâneo, o meu coração já não aguentava muito mais a supressão dos meus sentimentos, sejam eles quais forem.

Liam – An?

Matie – De que cor são os meus olhos? – voltei a perguntar ainda de costas

Liam – Se me perguntasses hoje de manhã dizia que eram castanhos-claros mas no supermercado apercebi-me que com o sol ficavam cor de mel e com a noite brilhavam mais do que um céu estrelado – eu estava completamente sem palavras, nunca ninguém me tinha dito tal coisa – o teu olhar cativa-me… - Pela primeira vez fiquei corada e com um formigueiro na barriga.

Matie – Obrigada – disse sem o encarar e entrei dentro de casa

Obrigada pelos comentários!!
Espero que gostem...
bjinhos
Liis

3 comentários:

OneDirection ♥ disse...

AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII :D
Quero mais (:

OneDForever disse...

ADOREI!!!
Posta mais! :)

Andreia&Vera disse...

Estou a adorar :D